domingo, 21 de setembro de 2008

Sugestão de cinema


Neste sábado gostei dos rumos que a tarde tomou... passo antepasso, sem nada pensado ou combinado. O tempo tinha mudado, as nuvens aligeiraram o seu ar carrancudo da manhã e o sol começava a espreitar timidamente. Apetecia-me fazer algo diferente dos últimos fins de semana, passados na Margem Sul, e aproveitar mais da vida que costumava ter em Lisboa. Fui até ao Pátio Bagatela, perto das Amoreiras, até uma esplanada, onde pude beber um magnífico Capuccino e por a leitura de revistas em dia. Depois de ver as novidades, procurei o cartaz de cinema. Apetecia-me ver algo que não fosse a estupada comercial que as grandes superfícies oferecem, com algum conteúdo para variar...e de preferência francês, pois sou grande apreciadora e em Almada não passa esse tipo de cinema. Bingo! Acabou de estrear um filme chamado «Bem-Vindo ao Norte», e que pelo que diz a imprensa é o filme francês mais visto de sempre, com lucros de mais de cem milhões de euros. É passado no Norte de França, e é uma comédia regional "positiva" e popular.


Sinopse retirada do Diário de Notícias Online:

«O filme conta a história de um director dos correios (Kad Merad) do Sul de França que mente para obter uma colocação à beira-mar. É descoberto, e castigado com a chefia da estação de Bergues, no Norte. Um exílio gelado, boçal e agreste, pensa ele.Lá chegado, conhece o castiço carteiro local (Dany Boon), e descobre que a região é acolhedora, a gente calorosa e divertida, e a comida boa. Embora o ch'timi seja problemático de entender».


O certo é que se trata de um filme muito bem disposto, muito engraçado, que se vê muito bem. Uma verdadeira brisa de ar fresco, numa altura em que se consome cinema de bombas e artifício, recheado de violência e animosidade. Quem goste de rir como eu e de cinema francês é obrigatório! Atenção que está aí a estoirar o Festival de Cinema Francês em inícios de Outubro!

Sem comentários: