segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

A todos um Bom Natal

Como todos os anos, eu cumpro o meu ritual de Natal: escrever umas palavras para dedicar aos amigos e enviá-las em forma de postal ou de e-mail. Não são muito originais, mas são as minhas palavras, que ofereço com muito apreço aos que me são próximos. Aqui fica a minha mensagem de Natal de 2008 para todos vós!


A mensagem de Natal que este ano vos trago é de Esperança verde e garrida,
Tal como o pinheiro que enfeitamos de bolas coloridas,
Por isso alindemos também o espírito,
E coloquemos no rosto o nosso melhor sorriso,
Dai tréguas à mágoa, ao desânimo e à tristeza
Que invade os nossos dias lamurientos,
De penas e de ais.
Mesmo em tempos de crise,
de tantos sonhos adiados e quebrados
Esqueçamos por momentos,
O que não temos,
Mas o que podemos dar…
O Natal aí está novamente,
Inundando as ruas,
de cânticos e de luz,
Não se compra,
Não se vende,
Contempla-se no brilho dos olhos marotos de uma criança,
Sente-se no ombro do amigo que nos ampara,
E na mão que se estende a um desconhecido.
Ouve-se nas palavras calorosas das pessoas…
Esse Natal, o verdadeiro, o da magia, o da família,
O do Espírito,
Conservemo-lo dentro de nós…
Não só agora, mas sempre! Todos os dias!


Ana
03-12-2008

3 comentários:

karraio disse...

Pois não, não se devia comprar nem vender o Natal. O espírito, entenda-se. Bastava partilhá-lo. Que o espírito continue contigo.

oasis dossonhos disse...

Um Bom Ano para ti e para a tua mana e teus pais. Que 2009 seja vivido com êxito contra a corrente de sombras - que vença a esperança, a criatividade e o sonho, que a tua alma triunfe sobre a obscuridade anunciada para todos. Que a luz do sol, da lua, da espuma marinha, das estrelas e dos sorrisos inundem os teus dias de paz. Beijos
Luís

Anónimo disse...

Olá Ana,
foi uma agradável surpresa descobrir o teu blogg! Provavelmente faremos comentários pessoalmente mas também não queria deixar de te fazer esta surpresa. O teu blogg só me veio confirmar uma ideia antiga, a de que não conhecemos completamente as pessoas com quem acabamos por conviver todos os dias e digo isto com um sentido positivo, note-se! As pessoas são muitas e outras coisas e ainda bem e gostei de descobrir o teu gosto pela poesia, pelas viagens, pela música. Já agora, tenho praticamente toda a colecção do Saramago pelo que se quiseres posso-te ir emprestando... Um excelente ano para ti. Elisabete Curtinhal