segunda-feira, 23 de março de 2009

Os meus parabéns ao Grupo Coral Alentejano Etnográfico « Os Amigos do Alentejo» do Clube Recreativo do Feijó

Pois é, parece que foi ontem e afinal já lá vão dez anos que conheço o grupo coral dos Amigos do Alentejo. Lembro-me de tê-los visto pela primeira vez, quando comemoraram o seu 13º aniversário, em companhia do meu amigo Zé Rabaça, grande incentivador que eu me metesse nesta empresa de estudar o cante e os grupos corais. Lembro-me de ter chegado ao Feijó e de me ter fascinado as gentes alentejanas e o seu discurso identitário forte e tão enraízado. Lembro-me do Sr. Afonso, ainda hoje a principal figura daquele coral, e da forma carinhosa como me acolheu durante o início do meu trabalho de campo. Naquela altura, julgava eu que ia estudar o cante no Alentejo, mas foi aquela força que me motivou a ficar por ali, aquela simpatia, aquela atracção que se impunha. É curioso, pois às vezes na nossa vida é isso mesmo que acontece, os planos alteram-se e tudo muda, tudo porque algo mais forte se impõe perante a nossa vontade, somos levados pela paixão de uma ideia ou de um projecto que nos parece mais aliciante. Depois de ir ao Feijó pela primeira vez em Março de 1999, posso dizer que tudo mudou nos meus planos académicos, mas incrivelmente para melhor... E quis o destino que todo o caminho rumasse para lá, que tudo se alterasse na minha vida errante pelo Alentejo, para poder ter toda a disponibilidade profissional a tempo inteiro para ali ficar uns meses a conhecer melhor o modo de vida destes alentejanos... Foram tempos bons esses sem dúvida, breves mas intensos, com muitos espectáculos, viagens, festas e feiras, casamentos, mortes, ensaios, momentos de boa disposição e tristeza... Um trabalho de campo que me orgulho muito... graças a este grupo encantador.
Um feliz aniversário amigos! Não desistam... continuem... chamem mais cinco... não deixem de cantar!

Sem comentários: